Dia da Terra (Earth Day)

Foto: NASA

Deus viu tudo o que havia feito, e eis que era muito bom.

Genesis 1.31

Ao final do sexto dia da criação do universo, o Criador olha para tudo o que ele havia criado. A reação do Criador é de encanto e prazer, pois tudo o que havia criado era muito bom. Quão maravilhosa é esta criação, a qual inspira o próprio Criador a afirmar que esta é muito boa. E, de fato, tudo o que Deus criou é muito bom!

Infelizmente, o estado original da criação conforme relatado nas Escrituras dura pouco tempo. Como lemos no livro de Gênesis, o ser humano desobedeceu ao seu Criador e trouxe o pecado para dentro da criação que era perfeita. Como resultado, a partir do capítulo 3 do primeiro livro da Bíblia já encontramos apenas uma realidade “pós-queda,” ou seja, uma realidade afetada pela corrupção do pecado.

Talvez esse seja o motivo pelo qual as criaturas humanas têm muitas vezes considerado a criação de Deus como algo ruim. O ápice desse entendimento errado da história bíblica é uma linha de pensamento desenvolvida no início da Igreja Cristã, chamado gnosticismo. De acordo com esse ensino, tudo o que é físico ou material é por natureza ou essência ruim. Desde então, é muito comum até mesmo em meios cristãos uma visão distorcida da criação de Deus, visão esta que afirma que o mundo e tudo o que nele há é essencialmente ruim. O resultado é que a criação de Deus que foi declarada pelo próprio Criador como algo “muito bom” passa a ser vista como algo ruim ou sem valor pelas próprias criaturas que foram colocadas como protetores de tudo aquilo que havia sido criado.

O Senhor Deus tomou o homem e o colocou no jardim do Éden para o cultivar e o guardar.

Genesis 2.15

Atualmente, a atitude que a maioria de nós temos em relação à criação é de desinteresse ou mesmo instrumental. Damos valor ao que gostamos ou que nos oferece algo. E, simples assim, passamos a ver a criação e todas as demais criaturas criadas por Deus com o valor que nós damos para elas ao invés do valor que o próprio Deus declarou que elas têm. Mais importante, nos esquecemos da tarefa dada pelo próprio Criador, a qual nos diz para cuidar e garantir que tudo vá bem em sua criação.

Hoje, provavelmente mais do que nunca antes, precisamos lembrar do valor dado por Deus a sua criação e do mandamento que ele entregou aos seus representantes: nós, criaturas humanas. Por mais que muitos debatam sobre a veracidade ou não do aquecimento global, ninguém pode negar que as decisões tomadas por nós criaturas humanas têm levado toda a criação a gritar por socorro. Desmatamento, poluição, pobreza e miséria são apenas alguns dos efeitos que o modelo de vida que estamos vivendo trouxe para a criação de Deus. Como resultado, parece que a criação de Deus declarada como muito boa agora se tornou algo horrível e contaminado.

Isso não é novidade dos nossos tempos. Desde os tempos bíblicos a criação já gemia por causa das consequências do pecado do ser humano. Profetas como Isaías e Jeremias proclamaram como parte do seu ministério o sofrimento da terra e da criação como um todo (Is 24, Jr 12). O apóstolo Paulo também menciona o sofrimento da criação em sua carta aos Romanos.

Porque sabemos que toda a criação a um só tempo geme e suporta angústias até agora.

Romanos 8.22

Infelizmente, o sofrimento e a angústia de toda a criação de Deus é algo que tem sido uma realidade nos tempos bíblicos e ainda mais gravemente agora em nossos dias atuais.

Hoje, dia 22 de Abril, celebramos o dia da Terra. Para ser sincero, eu não consigo me lembrar de alguma vez ouvir isso ser mencionado em cultos ou sermões de nossas igrejas cristãs. Eu acho que isso deveria mudar. Como mencionei anteriormente, precisamos urgentemente lembrar do mandato que o Criador nos deu de proteger a criação, e lembrar que esta criação ainda é muito boa embora afetada pelas consequências do pecado. Eu estou convicto de que é parte da nossa vida cristã ter uma postura de cuidado em relação às demais criaturas e a criação como um todo. Deus chama o seu povo, assim como todas as suas criaturas, a cuidar da sua criação em um momento em que tal cuidado é muito necessário.

Como você pode fazer isso? Simples: recicle, reduza seu lixo, jogue o lixo no lixo, lute contra o impulso consumista de querer mais e mais, e muitas outras pequenas atitudes que por mais insignificantes que elas possam ser fazem uma diferença imensa no mundo em que vivemos.

Quer mais um motivo? A criação declarada por Deus no início como muito boa foi redimida por Cristo e aguarda a volta do seu Senhor para ser restaurada, i.e., ser recriada para a glória do seu Criador. Essa esperança de redenção sempre fez parte da fé do povo de Deus e precisa novamente ser enfatizada em nossa proclamação. Desde o profeta Isaías em suas profecias messiânicas (Is 11) vemos que a promessa da redenção é para toda a criação, não somente para os seres humanos. Por isso, Paulo pode dizer que toda a criação aguarda pelo dia da redenção (Rm 8), e João pode ver a nova criação (Ap 21-22).

E aquele que estava sentado no trono disse:

— Eis que faço novas todas as coisas.

Apocalipse 21.5

Portanto, eu convido a você a celebrar esse dia da Terra. Ore pela criação que geme com as consequências do pecado. Faça algo para cuidar das criaturas que sofrem. Poste uma foto em suas redes sociais afirmando a esperança cristã que toda a criação será restaurada. Por mais que a criação esteja distorcida pelo pecado, ela continua sendo a criação que o próprio Criador declarou e redimiu como sendo tudo “muito bom.”

Feliz dia da Terra! Feliz dia da criação do nosso Deus!

2 comentários em “Dia da Terra (Earth Day)

  1. Isso é muito importante! Realmente, as pequenas coisas do nosso dia a dia acabam passando batido e são as mais essenciais na nossa vida e que mais precisamos agradecer. A comida de cada dia, a casa, a família,… A Terra! Esquecemos que a Terra é onde habitamos. Precisamos cuidar dela. Ótima reflexão, Alan. Feliz dia da Terra!

    Curtido por 2 pessoas

    1. Bonita resposta, Mari! Concordo muito contigo. Como você falou, temos tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo que pode ser fácil esquecer de coisas simples (mas importantes) como o lugar onde moramos e tudo o que Deus colocou ao nosso redor. Obrigado por ler e comentar 🙂

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s